terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Rio Bananal Futebol Clube

Nome : Rio Bananal Futebol Clube
Fundação : 17 de janeiro de 2007
Local : Rio Bananal
Estádio : Virgilio Grassi (Grêmio Esporte Clube)
Vice Campeão Capixaba Série A 2008
Vice Campeão Capixaba Série B 2007
Outro modelo oficial também utilizado


  
Os dois clubes rivais que se uniram dando origem ao Rio Bananal


Rio Bananal Futebol Clube foi fundado em 17 de janeiro de 2007 em Rio Bananal. O time foi uma sensação no fim da primeira década de 2000, foram dois vice campeonatos seguidos, em 2007 na Série B e em 2008 na primeira aparição na série A também foi vice campeão. 

O clube foi fundado após a união de duas equipes tradicionais do município do Norte capixaba, Grêmio Esporte Clube e do Esporte Clube Santo Antônio, o Rio Bananal mandava seus jogos no Estádio Virgílio Grassi, estádio acanhado em que o torcedor fica menos cerca de 2 metros do bandeirinha, um verdadeiro terror para eles.
Vista do Estádio Virgílio Grassi que recebeu este nome em homenagem a Sr. Virgilio Grassi doador do terreno e um dos fundadores do Grêmio Esporte Clube.




Vista panorâmica do Estádio Virgílio Grassi 
          




Visto de dentro de campo
                     
   

A sua primeira partida em competição profissional terminou em empate, a partida aconteceu em 14 de abril de 2007 no Estádio do Bambu em Aracruz e terminou em 2x2 com o Aracruz.
A estréia em casa foi dia 22 de abril frente ao São Mateus e o time ribanense venceu por 2x0 no Virgílio Grassi.
Na primeira fase o time passou líder e invicto, venceu Grêmio Laranjeiras em casa por 3x0 e 2x1 fora, na penúltima rodada classificou ao empatar em 0x0 com o São Mateus, encerrou a primeira fase com humilhantes  6x1 sobre o Aracruz, encerrou  com 4 vitórias 2 empates.
Nas semi finais encarou o Tupy 2º colocado da outra chave valendo vaga na série A. Empatou a ida em Vila Velha por 1x1 e venceu em casa por 2x0 em Rio Bananal se garantindo na elite capixaba logo em seus primeiros meses de vida. 


Rio Bananal 2x1 Desportiva ida da final da Série B de 2007
Na final veio a Desportiva, na partida de ida em Rio Bananal os donos da casa começaram arrasadores abrindo 2x0 em menos de 30 minutos, Flávio aos 8 abriu placar de pênalti e Moisés aos 28 deixou a torcida ribanense em estado de êxtase, mas na segunda etapa a partida terminou com ar de decepção ao sofrer 1 gol aos  40 minutos através de Davi, o 2x0 seria uma bela vantagem.
Na partida de volta as coisas começaram a dar errado logo no início da partida vitória no Engenheiro Araripe, com 2 minutos Zé Afonso fez 1x0 Desportiva e com isso o clube grená conquistava o título, e aos 3 minutos Odvan se machuca depois de uma dividida e sai da partida, agora os ribanenses precisavam do empate para levar o título e sem seu capitão. Acontece que Zé Afonso centro avante forte e ótimo no jogo aéreo o mesmo que foi campeão no Grêmio/RS estava em um dia inspiradíssimo, aos  27 fez 2x0. Na segunda etapa aos 10 fez 3x0, aos 35 Moisés descontou para o Rio Bananal, mas a equipe que precisava de mais 2 gols acabou não conseguindo a reação ficando com o vice.
Em 2008 a primeira partida na Série A foi contra um velho conhecido, em 16 de janeiro no Engenheiro Araripe a reedição da final da Série B do ano anterior que terminou com vitória da Desportiva em 1x0, quiseram os deuses do futebol que a primeira vitória fosse dentro de casa e não foi qualquer vitória foi um impiedoso 5x0 no Atlético Colatinense, o Rio Bananal não passava mais de 3 partidas sem vencer isso sempre manteve a equipe colada na zona de classificação para as semi finais, após 17 rodadas com alguns destaques como as 3 vitórias em casa por 2x0 sobre Desportiva, Rio Branco e Serra e o ótimo 6x1 sobre o CTE em Marilândia a maior goleada desta edição. O Rio Bananal perdeu apenas uma vez em casa, uma grande zebra pois a única derrota foi para o rebaixado CTE Colatina que só venceu duas vezes em 18, derrota por 2x1. Na rodada final o Rio Bananal chegou com 26 pontos contra 25 do Vilavelhense, e teria um confronto direto pela vaga em Vila Velha com Rio bananal jogando por um empate, mas tratou de vencer por 3x2 garantir logo a vaga na próxima fase mostrando que o time da terra do café chegava sim para brigar pelo título.
Semi final o adversário era o Linhares time de melhor campanha na 1ª fase, eram 11 vitórias em 18 partidas com 38 pontos e apenas duas derrotas. No Virgílio Grassi abriu o placar aos 39 do 2º tempo com Sharlei mas Reinaldo empatou nos acréscimos deixando o Rio Bananal e situação ruim para a volta.
Estádio Joaquim Calmon o Rio Bananal era obrigado a derrotar o Linhares que só havia perdido uma vez em casa 2x0 para o Vilavelhense, mas o Rio Bananal tinha algo a seu favor, das duas derrotas no estadual do Linhares uma foi justamente contra o time ribanense. Mas o time do café precisou se superar para avançar a final, saiu atrás do placar sofrendo gol aos 27 minutos com Reinaldo. 10 minutos depois Kieza empatou tudo em Linhares, a partida era equilibrada onde ambos tinha chance demarcar, o Linhares por ter o empate a seu favor deu uma segurada no fim da partida e recuou, o Rio Bananal precisando vencer se lançou ao ataque e aos 46 minutos Sharlei fez o gol heroico que deu a vaga ao Rio Bananal de forma emocionante.
Na final contra o Serra a história da série Bse repetiu vitória por 2x1 na ida mas derrota na volta novamente no estádio Eng Araripe lhes deu novo vice, desta vez derrota por 2x0.
Na grande final o Virgílio Grassi mesmo pequeno foi liberado pela Federação, coisas que no Espirito Santo não se entende, as vezes dificultam para liberar Salvador Costa e Engenheiro Araripe, mas liberam para uma final estádio que superlotado chega a 2 mil pagantes, co apenas uma entrada de torcedor e uma divisão de torcidas frágil. Mas voltando a final o povo ribanense fez uma bela festa foram aproximadamente 1.700 pagantes que viram o 1º tempo terminar sem gols. Mas na 2ª etapa viram 10 minutos alucinantes, Eduardo aos 10 minutos inaugurou o placar para os donos da casa, mas aos 12 Willian que havia entrado no intervalo empatou para o Serra, e aos 20 Sharlei fez Rio Bananal 2x1 que agora acreditava que poderia trazer título inédito para sua cidade.
A partida de volta ocorreu no Engenheiro Araripe, estádio que já era muito conhecido pelo Rio Bananal, mas este conhecimento desta vez não ajudou, empurrado pela sua torcida que lotou o Araripe o Serra abriu o placar com apenas 16 minutos de jogo e aos 40 ampliou com Richard, o placar seguiu até o fim e com a derrota por 2x0 o Rio Bananal com méritos sagrou-se vice campeão capixaba em sua primeira participação.




Rio Bananal recebendo troféu de vice campeão, pelo semblante dos jogadores se nota que mesmo com a bela campanha o vice não era o esperado.

Campanha

Turno
Desportiva 1x0 Rio Bananal
Rio Bananal 5x0 Atlético Colatinense
Jaguaré 1x1 Rio Bananal
Rio Bananal 2x1 Pinheiros
Rio Branco 2x0 Rio Bananal
Rio Bananal 3x1 Linhares
Rio Bananal 1x2 CTE Colatina
Serra 1x0 Rio Bananal
Rio Bananal 1x1 Vilavelhense

Returno

Rio Bananal 2x0 Desportiva
Atlético Colatinense 1x1 Rio Bananal
Rio Bananal 2x2 Jaguaré
Pinheiros 4x3 Rio Bananal
Rio Bananal 2x0 Rio Branco
Linhares 0x0 Rio Bananal
CTE Colatina 1x6 Rio Bananal
Rio Bananal 2x0 Serra
Vilavelhense 2x3 Rio Bananal

Semi Final

Partida de ida
Rio Bananal 1x1 Linhares
Partida de volta
Linhares 1x2 Rio Bananal

Final

Partida de ida
Rio Bananal 2x1  Serra
Partida de volta
Serra 2x0 Rio Bananal
Grande destaque do Rio Bananal foi experiente Sharley que já conquistou título de campeão estadual por Desportiva e Serra e foi o artilheiro do estadual com 14 gols.

Em 2009 a ótima campanha como esperado não foi repetida e o Rio Bananal acabou distante da vaga nas semi finais, o elenco já não contava com Kieza, David Dener e Sharlei. Eram muitos jovens na equipe, Fernandinho (autor do segundo gol na final do estadual de juniores de 2008 ), Dentinho, Welton, Atos, Xerém e Italo subiram da base para o time principal. 
A estréia foi uma reedição da final anterior idêntico ao que acontece com 2008, o Serra em casa venceu outra vez, agora de virada por 2x1. Na segunda partida outra coincidência, o Rio Bananal vence a primeira em casa goleando o Atlético Colatinense agora por 3x0. foram 5 derrotas seguidas nas partidas seguintes, somando com os empates o Rio Bananal ficou 8 partidas sem vencer e o pior sofreu 3 derrotas seguidas em casa onde era muito forte. 
Mesmo com rendimento fraco teve uma reação surpreendente nas últimas rodadas vencendo 4 das 5 partidas, 1x0 Grêmio Laranjeiras (casa), 2x0 São Mateus (fora), 2x0 na Desportiva e 1x0 no Linhares ambas em casa, esta vitória contra o Linhares valeu a fuga do rebaixamento pois a equipe terminava  em 7º lugar com 21 pontos apenas 2 do Atlético Colatinense que foi derrotado pelo jaguaré e acabou rebaixado junto com o Grêmio Laranjeiras com apenas 14. Das 9 partidas em casa o Rio Bananal venceu 3  e perdeu 3 inclusive sofrendo 3x0 do Rio Branco em uma delas, mostrando o quanto havia enfraquecido.

2010 o torcedor não sabia qual Rio Bananal esperar neste estadual, o de 2008 brigando pelo título ou de 2009 brigando contra o rebaixamento?
A resposta ficou clara nas primeiras 7 partidas, o Rio Bananal venceu 5 delas. Após o 2x2 com Vitória e perder para o Vilavelhense por 2x0 engatilhou 5 triunfos seguidos, 2x0 Desportiva em casa, 1x0 Espírito Santo fora, 2x0 Rio Branco em casa, 2x1 São Mateus em casa e 2x1 Serra fora, essas vitória colocaram a equipe lá em cima, mas no returno o desempenho caiu de forma assustadora, em 9 jogos foram 4 vitórias e 4 empates, depois da vitória por 3x1 sobre o Rio Branco no Salvador Costa o time "travou", levou de 5x0 do São Mateus, 3x2 do Serra e perdeu a chance de classificação antecipada ao empatar com o Jaguaré depois de ficar duas vezes na frente do placar. Última rodada do estadual colocava Rio Bananal 30 pontos x Linhares com 28 pontos, Jaguaré 26 contra Vitória 33, Rio Branco 30 x Serra 28, estas equipes brigando pelas 4 vagas, o Vitória sendo único classificado entre as 6 equipes, restavam 3 vagas que poderiam ser de qualquer uma das equipes que vencesse. O Rio Bananal empatou com o Linhares chegando aos 31 pontos e avançou graças a Joílson que marcou o gol ribanense, esta vitória colocou a equipe em 3º na classificação geral e enfrentaria o Rio Branco na semi final.
Na partida de ida no Virgilio Grassi Luciano aos 15 fez 1x0 Rio Bananal mas Ronicley empatou aos  16 não dando nem tempo de comemorar o gol do dono da casa. Na 2ª parte de jogo logo aos 2 Guaçuí virou deixando o Rio Branco podendo perder por um gol de diferença que avançava a final.
Na partida de volta o Rio Bananal lutou conseguiu vencer por 2x1 mas ficou faltando um gol para chegar a mais uma final e com isso dava adeus ao estadual 2010. Esta foi a última partida oficial da equipe pois no ano seguinte encerrou as atividades ao desistir do estadual 2011 por falta de dinheiro. Uma Sendo assim o Rio Bananal jamais foi rebaixado em sua história mesmo que tenha disputado a série A apenas 3 vezes. A vitória sobre o Rio Branco aconteceu em 22 de maio de 2010.
Foram 60 jogos no estadual Série A, 26 vitórias, 13 empates e 21 derrotas, 90 gols a favor contra 77 sofridos.

Campanha
Turno
Rio Bananal 2x2 Vitória
Vilavelhense 2x0 Rio Bananal
Rio Bananal 2x0 Desportiva
Espírito Santo 0x1 Rio Bananal
Rio Bananal 2x0 Rio Branco
Rio Bananal 2x1 São Mateus
Serra 1x2 Rio Bananal
Jaguaré 2x1 Rio Bananal
Rio Bananal 2x1 Linhares

Returno

Vitória 1x0 Rio Bananal
Rio Bananal 1x1 Vilavelhense
Desportiva 0x2 Rio Bananal
Rio Bananal 1x0 Espírito Santo
Rio Branco 1x3 Rio Bananal
São Mateus 5x0 Rio Bananal
Rio Bananal 2x3 Serra
Rio Bananal 2x2 Jaguaré
Linhares 1x1 Rio Bananal

Semi Final

Partida de ida
Rio Bananal 1x2 Rio Branco
Partida de volta
Rio Branco 1x2 Rio Bananal

Odvan em ação pelo Rio Bananal em 2007
Sávio craque multi campeão pelo Real Madri/ESP quando estava na Desportiva Capixaba jogou no Virgílio Grassi contra o Rio Bananal.


Em 2008 o Rio Bananal conquistou o Campeonato Capixaba Junior, a campanha foi com ótimas vitórias, 5x1 Atlético Colatinense, 7x1 Linhares foram as maiores goleadas da equipe que venceu 14 das 22 partidas que disputou marcando mais de 50 gols.
Campanha
Turno
Desportiva  0x3  Rio Bananal
Rio Bananal  5x1  Atlético  Colatinense
Jaguaré  2x0  Rio Bananal
Rio Bananal  2x0  Pinheiros
Rio Branco   1x2  Rio Bananal
Rio Bananal   7x1  Linhares
Rio Bananal   2x1  CTE/Colatina
Serra    1x0  Rio Bananal
Rio Bananal   4x0  Vilavelhense
Returno
Rio Bananal  2x0  Desportiva
Atlético  Colatinense   1x0  Rio Bananal
Rio Bananal   2x3  Jaguaré
Pinheiros 1x4  Rio Bananal
Rio Bananal 3x3  Rio Branco 
Linhares 1x4  Rio Bananal
CTE/Colatina 0x4  Rio Bananal
Rio Bananal 1x0  Serra
Vilavelhense  0x0  Rio Bananal
                                                 Semi Final                                                  
 Atlético  Colatinense   0x1  Rio Bananal
Rio Bananal  2x1  Atlético  Colatinense
Final
Jaguaré     1x1  Rio Bananal
Rio Bananal  3x1  Jaguaré 



          

Nenhum comentário:

Postar um comentário