sexta-feira, 13 de julho de 2018

Chaves Futebol Clube


Nome : Chaves Futebol Clube
Fundação : 13 de julho de 1962
Local : Santa Leopoldina
Campo do Chaves

Chaves Futebol Clube em 13 de julho de 1962 em Santa Leopoldina, é uma equipe de futebol amador que como grande parte dos times fundados espalhados pelo país é uma forma de lazer e divertimento aos finas de semana sem muito compromisso com a conquista de títulos ou status de grandeza, é uma equipe com pouco material mesmo tendo uma história rica em partidas e competições amadoras, foram pelo menos 4 títulos municipais de Santa Leopoldina, e uma equipe desde 1962 em atividade merece destaque na nossa lista de matérias.

Em 2018 um registro do Chaves em ação, a equipe disputou a Copa ACAF (Associação Clubes amadores de Futebol) de Santa Leopoldina. 
E chegou a final, só que para chegar a finalíssima o Chaves passou sufoco contra o União Caramuru, após um empate sem gols avançou nas penalidades máximas, mas a equipe já estava acostumada, afinal antes disso o Chaves havia avançado também na disputa de pênaltis após eletrizante empate em 3x3 com Unidos do Recife no tempo normal.
Mas na final o Chaves sucumbia diante do Chelsea Leopoldinense perdendo por 2x0 ficando com honroso vice campeonato.



A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre
Chaves na partida final da Copa ACAF Leopoldinense

Chaves na partida em que derrotou o Leopoldinense por 3x2 em 2017








quinta-feira, 12 de julho de 2018

Santos Futebol Clube de Vila Velha

Nome : Santos Futebol Clube
Fundação: 21 de julho de 1921
Local : Vila Velha
Estádio : Manoel Araujo de Oliveira
Título : Taça Cidade de Vitória 1962


Este modelo foi utilizado nos uniformes da escolinha do Santos nos anos 90
Escudo do Santos foi idêntico ao clube paulista alguns anos 


Panorâmica do Estádio Manoel Araujo de Oliveira em Aribiri
Fachada do Estádio Manoel Araujo de Oliveira

Santos Futebol Clube fundado em 21 de julho de 1921 em Vila Velha, também é conhecido como Santos de Aribiri, mas na verdade o Santos é de Paul, o apelido pegou pois o seu estádio Manoel Araujo de Oliveira é no Bairro Aribiri, e a equipe usava o Bonde de Paul até Aribiri para jogar. O Santos foi mais um clube inspirado do Santos F.C de São Paulo, tanto que durante um tempo o Santos de Aribiri teve as mesmas cores e escudo do peixe paulista.
Em Aribiri teve seu maior rival o América Futebol Clube, este sim com Sede no Bairro Aribiri, o América muitas vezes confundido com o América F.C de Vitória primeiro campeão capixaba, mas são clubes distintos.
O Campo do Santos era a grande opção de lazer aos sábados e domingos em Aribiri, várias partidas do Campeonato Capixaba que eram disputadas no Campo do Santos, várias grandes equipes capixabas passaram por lá, Rio Branco, Vitória e Santo Antônio jogavam com frequência no Manoel Araujo de Oliveira em Aribiri. A equipe do Santos disputou por pelo menos 7 oportunidades o Campeonato Capixaba, além da Série B que era chamada de Campeonato Suburbano.


Estatuto do Santos F.C no Jornal Diário da Manhã de 1936

Em 1937 o Santos comemorou um título simbólico, o Grupo Musical Está Cruel organizou um torneio e lá foi o Santos para a disputa no Estádio Governador Bley, o Santos entrou em campo na 4ª partida diante do Recreio de Vitória, avançou graças a 1 córner a zero, pois com placar sem gols os escanteios eram o primeiro critério de desempate. Na 7ª partida o Santos encarou o Vasco da Gama que havia eliminado o Alfaiates na primeira rodada, e o Santa Cruz na 2ª. O Vasco foi melhor na primeira etapa e conseguiram a vantagem de 1x0 nos escanteios, mas na segunda etapa o Santos fez oque era o mais importante, o gol, King Kong centro avante santista marcou e o placar foi até o apito final de Gabino Rios em 1x0 para o Santos que avançava a rodada seguinte.

na final o surpreendente Estrela FC de Vila Vela na final que pata chegar lá passou por Vasco Coutinho de Vila Velha, Centenário de Vitória o favorito a chegar a final. Francisco Segovia foi o árbitro da grande final, ele que não agradou alguns jogadores do Santos, estranhamente Chinez do time do Santos pediu sua substituição ao fim do primeiro tempo, ele estava apitando de forma parcial. Pedido atendido Gambino Rios foi o árbitro do 2º tempo, e não fez Chinez se arrepender do pedido, Gambino foi péssimo um verdadeiro desastre, deixou de marcar pênalti claro para o Estrela, que não causou tumulto mostrando grande disciplina, no fim da partida quando se esperavam as disputas de pênaltis Bastos marcou o gol do título santista. No fim tudo foi festa afinal Está Cruel embalou o encerramento do trneio com muito Jazz, sambas e marchinhas.
Santos encarando o Social de Vila Velha pelo Suburbano de 1955

Em 1963 na Taça Cidade de Vitória veio sua grande glória, o time conquistou o título desta competição de forma inédita, competição muito tradicional no Espírito Santo durante as décadas de 50 e 70. Esse time do Santos foi mo mair de sua história, eram vários craques, Totonho, Diogo, Bezerra, Silvinho, Wilson, Earl, eram ótimos jogadores em todas as posições.


Na foto acima o time do Santos que foi campeão da Taça Cidade de Vitória. Uma curiosidade sobre esta equipe é que no ano seguinte foi a base das recém fundada Associação Desportiva Ferroviária CVRD. Totonho, Earl, Tamilton, Wilson, Bezerra, Silvinho e Diogo todos foram contratados pela Desportiva, e a prova de que foi uma ótima escolha é que o time novato foi o bicampeonato estadual de 1964 e 1965 com campanhas assombras atropelando quem vinha pela frente conquistando até título invicto. Outro fato interessante sobre Santos e Desportiva é que em 25 de agosto de 1963 a Desportiva vencia sua primeira partida oficial e justamente contra o Santos. Luizinho aos 02 e Tamilton aos 37 do 1º tempo para a Desportiva, Jair aos 25 do 2º tempo descontou para o Santos que quase virou por jogar com um jogador a mais. Jogo foi realizado no Campo dos Santos em Aribiri.
Material raro, Santos em sua casa marcando diante do Americano de Vitória
Estádio Manoel Araujo de Oliveira  durante Interligas final de 2017 


Ano de 1966, o Santos já chegava enfraquecido as competições devido ao desmanche, mas na Taça Cidade de Vitória desempenhou uma campanha  honrosa de certa maneiras. Estreou sofrendo 4x1 do Rio Branco, se reabilitou ao vencer o Americano por 1x0, mas sofreu outra goleada na partida seguinte, 4x0 para a Desportiva Ferroviária, depois uma sequência boa, 1x1 com Caxias, e duas vitórias por 1x0 sobre Santo Antônio e Corinthians de São Torquato respectivamente, mas ao encarar o Vitória derrota por 5x0, no clássico contra o Atlético de Vila Velha empate em 2x2 fechando o turno. Na classificação entre 9 equipes o Santos foi o 4º colocado com 8 pontos, atrás apenas de Rio Branco com 10, Vitórias 13 e Desportiva 16.
No returno uma nova chance de aprontar, mas começou sofrendo outra goleada do Rio Branco agora por 3x0, ficou no 1x1 com Americano e conseguiu segurar a Desportiva em 0x0 oque acabou sendo um grande resultado pois o time ferroviário foi campeão invicto e empatou apenas 4 vezes, uma delas com o Santos. Seguindo a competição venceu o Caxias por 2x0 mas perdeu para o Santo Antônio por 2x0 e 2x1 para o Corinthians, isso tirou a equipe da briga pelas primeiras posições, mesmo assim uma ótima vitória por 2x0 sobre o Vitória, fechou a competição em um 0x0 contra o Atlético, a equipe fechou em 4º lugar na posição geral, atrás apenas do "Trio de ferro" Vitórias 16 pontos, Rio Branco 23 pontos e Desportiva 28 pontos, foram 16 jogos com 5 vitórias, 5 empates, 6 derrotas, 11 gols a favor contra 15 sofridos.    


Santos em 1966 no Estádio Rubens Gomes do Santo Antônio
Atualmente o Santos  funciona como time amador, tem uma escolinha de 10 à 16 anos, alem do futebol master e joga também torneios amadores m todas as categorias. Após o clube abandonar competições profissionais no amador a rivalidade contra outros bairros de Vila Velha eram enorme, Ibes (Instituto Bem Estar Social), Ataíde, Santa Mônica, Santa Inês eram alguns deles.
Santos em 1939


Master do Santos



Distancia entre Paul até Aribiri trajeto nos dias atuais








terça-feira, 10 de julho de 2018

Sport Club Cosmos de Viana

Nome : Sport Club Cosmos 
Fundação : 10 de julho de 1976
Local : Viana
Título : Campeão Copa Sul 2017


Outro modelo já visto em bandeiras do clube

Sport Club Cosmos fundado em 10 de julho de 1976 é conhecido como "Orgulho Vianense", é uma equipe muito tradicional em Viana e região.

A equipe é uma das maiores campeãs do Campeonato Vianense, mas a maior conquista do Cosmos foi em 2017 quando entrou na disputa da Copa Sul, esta que não pode ser confundida com Campeonato Sulino pois são competições distintas organizadas por órgãos diferentes, a Copa Sul é mais com amadores mesmo, o Sulino envolvem equipes que já fora até campeãs capixabas, casos de Estrela do Norte e Muniz Freire.
Após avançar a fase de mata mata o Cosmos chegas nas semi finais em um encontro pra cardíaco. Na partida de ida vitória por 2x0 sobre o Apollo de Marechal Floriano jogando em Viana dava uma boa vantagem ao Cosmos de jogar pelo empate, mas na partida de volta o Apollo engrossou a partida e venceu o confronto por 4x2, com isso levando a disputa na final para os pênaltis, mas lá o Cosmos foi totalmente eficiente e venceu por 3x0 carimbando a sua vaga para a final.

Cosmos contra o Apollo na partida que o classificou para a final
Na partida de ida o Cosmos jogando em casa no Campo do Jucu acabou saindo um tanto quanto decepcionado pois viu o Santa Maria vencer por 3x2, mas isso não abalava a confiança de sua torcida na virada e consequentemente no título. 
E não estavam enganados, na partida de volta em Marechal Floriano, o Cosmos se superou pois o Santa Maria abriu o placar com Robert marcando seu sexto gol na competição oque lhe deu a artilharia da competição, deixando a vantagem ainda maior em 4x2 no agregado, mas Vitinho empatou o placar poucos minutos depois. Diogo evitava a virada do Cosmos fazendo pelo menos 3 belas defesas, mas Julião fez de cabeça 2x1 deixando tudo igual no agregado após cobrança de escanteio. Já na segunda etapa Tião evitou o empate do Santa Maria com boas intervenções,  ele que foi eleito melhor jogador da competição, e para alegria da torcida Bicho Papão presente no campo Wander fez 3x1 Cosmos, detalhe que Wander vinha do futebol asiático, mais especificamente da Tailândia como reforço para as duas partidas da final e chegava ao seu 4º gol dos 5 marcados pelo Papão, o 3x1 dava o título aos Cosmos mas antes do apito final um lance polêmico que poderia mudar os rumos da partida, após uma finalização a bola pega no braço do zagueiro do Cosmos desviando a trajetória da bola que iria em direção gol dentro da área e o pênalti não foi marcado, como mo Cosmos não tinha na a ver com isso, venceu por 3x1 conquistando o título inédito da Copa Sul 2017!!!


Cosmos na partida do título Copa Sul 2017


Cosmos nos anos 90
Torcida do Cosmos é apaixonada e leva seu time para os quatro cantos do mundo







Sociedade Esportiva de Futebol Amador SEFA



Nome : Sociedade Esportiva de Futebol Amador SEFA
Fundação : 10 de julho de 1970
Local : Vila Velha
Estádio : Campo Alfredo Clementino Pimentel, "Alfredão"



Outro modelo oficial do SEFA
Entrada do Alfredão


A Sociedade Esportiva de Futebol Amador ou simplesmente S.E.F.A, foi fundada em 10 de julho de 1970 pelos desportistas Alfredo Clementino Pimentel, o "Alfredão" e José Mozart Garcia Rosa. O clube surgiu na Barbearia do Sr. Gentil, onde trabalhavam também os Senhores Elias, Adir e também o Sr. Domingos, os amigos lá se reunião e debatiam de tudo, principalmente futebol. Lá perto havia um terreno com área de um campo de tamanho oficial, e ali era sagrado o futebol aos domingos. 


Barbearia Matriz onde ocorriam as reuniões do SEFA antes mesmo dele existir
Alguns amigos que encontravam-se desempregados e também participavam das reuniões na barbearia e no campo apelidaram o time carinhosamente de S.E.F.A que significava Serviço Especial de Ficar Atoa, a sigla pegou tanto que em 10 de julho de 1970 ficou oficializado o nome SEFA , porém agora seria Sociedade Esportiva de Futebol Amador, nas cores vermelha e branca e o escudo oficial, sete por iniciativa do atleta e diretor do time Edmilson Vieira, mais conhecido como "Mimilson". 
A partir dai as reuniões passaram a ser realizadas na residência José Mozart Rosa, que era atleta e também diretor do clube, além de ser quem cuidava do material do SEFA.
Nos 3 primeiros anos o SEFA jogava seus jogos todos descalços e apenas contra equipes locais, cresceu e com o passar dos meses e acabou se filiando a Federação de Desporto Espíritosantense.
A equipe já teve alguns nomes de peso em seus elencos. Zito (Ex-Desportiva Ferroviária-ES), Jorginho (Ex-Vasco-RJ), Neném Berruga (Ex-Valério Doce-MG), Adalmo (Ex-Vitória-ES), Oswaldir (ex-São Bento-SP), Caite (Ex-Flumninense-RJ), Adalmo inclusive foi emprestado por 6 meses para o futebol argentino. 

SEFA lá o comecinho quando ainda jogavam descalços

No início curiosamente como foi sitado o S.E.F.A jogava descalço no campo do time do Glória, e somente depois de algum tempo começaram a jogar de chuteiras. Sua estréia jogando de chuteiras aconteceu contra o Sapucaia município de Colatina no Norte do Espírito Santo, vitória do SEFA por 2x0 em pleno campo adversário. 
O S.E.F.A. possui time principal, aspirante, categorias de base além dos veteranos master, Sub-40 e Sub-50, participou varias vezes da Copa A Gazetinha na categoria de base, do Campeonato Vilavelhense e de torneios como o da Primavera.
Manda suas partidas em seu campo próprio conhecido como Praça de Esporte do S.E.F.A. que recebe o apelido de Campo do Alfredão, homenagem ao seu fundador. A sede está localizada no Bairro da Glória ao lado da quadra da escola de samba Mocidade Unida da Glória, "MUG", e do Colégio Luiz Manoel Vellozo, o (Polivalente), no ponto final do Glória.

Flâmula da equipe



Gramado do Alfredão
SEFA em julho de 1980
Alfredão possui até iluminação noturna 
Equipe no Estádio do Santos de Aribiri em Vila Velha










sábado, 7 de julho de 2018

Bahia Futebol Clube de Cariacica

Nome : Bahia Futebol Clube
Fundação : 07 de julho de 1949
Local : Cariacica


Itaquari a Praça de Esportes Orlando Nogueira

Bahia Futebol Clube fundação em 07 de julho de 1949 no Bairro Alto Laje em Cariacica é uma equipe amadora de largo histórico dentro do futebol capixaba, a equipe disputa campeonatos amadores com frequência, atualmente a equipe disputa partidas amistosas pela Grande Vitória, região que compreende as cidades de Vitória, Cariacica, Serra e Vila Velha. 

Manda suas partidas no Campo no Bairro Itaquari a Praça de Esportes Orlando Nogueira que pertence ao Itaquari Esporte Clube. 
A equipe equipe tem suas cores e escudo inspirados no Fluminense do Rio de Janeiro, o nome Bahia é inspirado na terra natal de seus fundadores que vieram para trabalhar no Espírito Santo e montaram a equipe, como grande parte dos trabalhadores nas décadas de 30 até meados dos anos 80 que viam no futebol sua única forma de diversão aos finais de semana após uma semana inteira de trabalho. 


Na foto o Bahia em 2015 vinha de 2 empates seguidos encarou o Vera Cruz. Primeiro tempo foi parelho com os dois times marcando forte. Mas aos 38 minutos um contra ataque mortífero, Cleo zagueiro começa a jogada após  recuperar a bola e passar para Pablo meio campo, ele lança Murilo na lateral direita que curiosamente lança para Marcelo que é zagueiro mas estava no ataque e cruza na medida para João marcar de cabeça 1x0 para o tricolor.
Já na segunda etapa  aos 17 do segundo tempo Romarinho mesmo chutando mascado balança as redes do Vera Cruz dando número final ao placar Bahia 2x0 Vera Cruz.

Bahia em 2016 na vitória por 3x1 no São Geraldo 
Bahia em ação no Campo do Itaquari