segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Alegrense Futebol Clube

Nome : Alegrense Futebol Clube
Fundação : 30 de janeiro de 1971
Local : Alegre
Estádio : Benedito Teixeira Leão
Títulos : Campeonato Capixaba Série A 2001 e 2002

Primeiro escudo oficial do clube


Alegrense Futebol Clube fundado em 30 de janeiro de 1971 na cidade de Alegre Sul do Espírito Santo, oque poucos sabem é que alguns não sabem é que o clube não nasceu tricolor, nos primeiros anos de vida o Alegrense usava escudo e uniformes em homenagem ao América/RJ, só se tornando tricolor décadas depois quando se profissionalizou no fim dos anos 90. Conquistou dois estaduais no início do século XXI foi uma sensação conseguindo encarar o Botafogo/RJ de igual para igual, Mandava suas partidas no Estádio Benedito Teixeira Leão do Sport Club Rio Branco de Alegre e no Arsílio Caiado Ferreira do Comercial Atlético Clube.
Antes se profissionalizar o Alegrense tem uma ótima história para contar nos tempos de amador, pode bater no peito e dizer que Garrincha já vestiu o seu manto para jogar. Em 1972 pouco tempo após completar 1 ano de vida o Alegrense teve a presença ilustre de Garrincha em uma partida amistosa contra o Estrela do Norte, ele percorreu o país depois de se aposentar disputando partidas por várias equipes. Neste dia o Alegrense venceu por 3x1 com Garrincha dando o passe para o primeiro gol da partida em 2 de fevereiro de 1972 no Benedito Teixeira.




Em 2000 o Alegrense estrou na série B com vitória por 3x1 sobre o Ypiranga de Marataízes em Alegre, esta foi a primeira partida oficial como clube profissional, esta competição foi muito conturbada e mostrou desorganização quase total de alguns times participantes, Flamengo Capixaba e Tupy de Vila Velha abandonaram a competição no meio deixando a tabela toda desorganizada pois Alegrense, Cachoeiro, Ypiranga e CTE Colatina já haviam disputado partidas contra estes rivais, no fim a competição terminou com Cachoeiro campeão e Alegrense vice conquistando o acesso a Série A 2001.

Sua estréia na 1ª divisão se deu em 4 de março de 2001, e foi uma estréia que nem o mais otimista Alegrense esperaria, vitória por 4x1 sobre o tradicional Rio Branco. Mas na partida seguinte nem o mais pessimista esperava um sonoro 5x0 sofrido para o Serra no Robertão. Depois dessa derrota o Alegrense virou um rolo compressor e venceu 6 das 7 partidas restantes do turno sendo 5 consecutivas, com essa sequência vitoriosa encerrou o turno na 1ª colocação  se garantindo na fase final com antecedência.
No returno a campanha começou semelhante, vitória sobre o Rio Branco(3x2) derrota para o Serra (2x1), o Serra foi o primeiro a sair de Alegre sem derrota para o Alegrense que era fortíssimo como mandante. Nesta partida o Alegrense não perdeu apenas a invencibilidade perdeu dois mandos de campo devido confusões ocorridas durante a partida. 
A primeira vitória no returno só aconteceu na 5ª rodada goleada de 3x0 sobre o São Mateus, partida em Guaçuí devido a punição aqui sitada. Nas 4 rodadas finais do turno só perdeu para a Desportiva por 2x1 vencendo Riachuelo (2x1), Santa Maria (3x1) e Cachoeiro (2x1), encerrou em 3º lugar no turno e na soma geral foi a melhor equipe com 39 pontos em 18 jogos contra 36 do Serra.

Campanha
Turno
Alegrense 4x1 Rio Branco
Serra 5x0 Alegrense
Alegrense 1x0 Estrela do Norte
Alegrense 1x0 Linhares
São Mateus 0x1 Alegrense
Alegrense 3x0 Riachuelo
Alegrense 1x0 Desportiva
Santa Maria 1x3 Alegrense

Cachoeiro 2x2 Alegrense

Returno

Rio Branco 2x3 Alegrense
Alegrense 1x2 Serra
Estrela do Norte 1x1 Alegrense
Linhares 1x1 Alegrense
Alegrense 3x0 São Mateus
Riachuelo 1x2 Alegrense 
Desportiva 2x1 Alegrense
Alegrense 3x1 Santa Maria

Alegrense 2x1 Cachoeiro
Em 23 de maio de 2001 o Alegrense conquistava o Campeonato Capixaba pela 1ª vez na história. O estadual contou com 10 clubes jogando em turno e returno todos contra todos, o campeão de cada turno mais os 2 melhores colocados na soma geral de pontos avançavam ao Quadrangular final. 
O 1º turno o Alegrense estreou goleando o Rio Branco por 4x1, mas na rodada seguinte sofreu goleada do Serra por 5x0, depois dessa derrota o Alegrense não foi mais derrotado no turno, resultando na melhor campanha com 22 pontos 4 a mais que o próprio Serra, o título do turno foi conquistado já na 8ª rodada quando o Alegrense derrotou o Santa Maria por 3x1 fora de casa chegando aos 21 contra 15 do Serra como faltava apenas uma rodada o Alegrense já garantia a vaga no quadrangular final.
O returno o Alegrense poderia conquistar o estadual de forma antecipada terminando na liderança. A exemplo do turno brigou ponto a ponto com o Serra, oque fez a diferença foram as duas derrotas, uma para o Serra por 2x1 na 2ª rodada outra na antepenúltima rodada para a Desportiva pelo mesmo placar, o Alegrense terminou com 17 pontos empatado com a Desportiva 3 atrás do Serra campeão do returno, agora a próxima fase seria o quadrangular.

No quadrangular final Alegrense e Serra campeões dos turnos e Cachoeiro e Estrela do Norte dois melhores colocados.

O Alegrense largou com vitória por 4x2 sobre o Estrela, Serra e Cachoeiro ficaram no 1x1. A segunda rodada o Alegrense venceu outra vez, 2x1 no Cachoeiro fora de casa Serra derrotou o Estrela também fora de casa. Encerrando o turno enfim o Alegrense derrotou o Serra, após sofrer duas derrotas na 1ª fase o Alegrense venceu por 5x3 em um jogaço dentro do Robertão casa do time serrano, Estrela e Cachoeiro empataram em 2x2 no clássico do Sul. 
Pelo returno o Alegrense poderia sagrar-se campeão até em caso de de empate com o Serra, a partida aconteceu em 23 de maio no Estádio Benedito Teixeira Leão, o Alegrense tinha um ataque fez com Ademilson, Alexandre baby, Éldio e Amarildo, nesta partida mostrou toda sua força ofensiva, com gol de Ademilson logo aos 5 minutos do 1º tempo, aos 31 Alexandre Baby deixou o Alegrense ainda mais perto da taça. Éldio aos 30 transformou a vitória em goleada, ali só a virada do Serra para 4x3 impediria este título, mas o Serra só descontou aos 44 com Tico Capixaba. Fim de partida em Alegre, o Alegrense Futebol Clube vencia por 3x1 e conquistava o inédito título de campeão capixaba, ao Serra restava o bi vice campeonato pois em 2000 havia perdido para a Desportiva!!! 
O Alegrense foi a campo com Erivélton, J.B Viana, Paulo Renato, Marco Antônio, Damião, Giovane Sergipano, Rossi, Vinícius, Eduardo,(Paulo César) Ademilson e Alexandre Baby (Éldio). Rubens Filho era o treinador.
Foram 48 gols em 24 jogos, média de 2 por partida, Amarildo com 12 gols foi o artilheiro deste estadual,

Alegrense 4x1 Rio Branco

Serra 5x0 Alegrense
Alegrense 1x0 Estrela do Norte
Alegrense 1x0 Linhares
São Mateus 0x1 Alegrense
Alegrense 3x0 Riachuelo
Alegrense 1x0 Desportiva
Santa Maria 1x3 Alegrense
Cachoeiro 2x2 Alegrense

Rio Branco 2x3 Alegrense

Alegrense 1x2 Serra
Estrela do Norte 1x1 Alegrense
Linhares 1x1 Alegrense
Alegrense 3x0 São Mateus 
Riachuelo 1x2 Alegrense
Desportiva 2x1 Alegrense
Alegrense 3x1 Santa Maria 
Alegrense 2x1 Cachoeiro

No quadrangular final a equipe foi imbatível, na primeira rodada em casa venceu o Estrela por 4x2, gols de Amarildo 3 vezes e Vinícius, com Carlinhos e Alexandre para o Estrela. 
Na segunda 2x1 no Cachoeiro fora Paulo Renato e Ademilson para o Alegrense e Marcão para o Cachoeiro.
Em seguida um jogaço contra o Serra no Robertão. Igor, Rigoberto e Rodrigo Cruz , marcaram para o Serra, mas Ademilson 3 veze e, Amarildo duas marcaram para o Alegrense decretando o 5x3 para o tricolor de Alegre, com isso fechando o 1º turno do quadrangular com 9 pontos, 5 a frente do Serra vice colocado, isso significava que o Alegrense já poderia comemorar o título inédito  na abertura do returno em Alegre, só a vitória do Serra evitaria o fim do estadual com duas rodadas de antecedência. Mas oque aconteceu em Alegre foi mesmo o esperado, vitória do Alegrense por 3x1 gols de Edmílson logo aos 5 minutos do 1º tempo, Alexandre Baby aos 38 fez 2x0, na segunda etapa Éldio aos 30 fez 3x0, Tico Capixaba aos 44 diminuiu para o Serra mas era tarde. Festa em Alegre que via pela primeira vez um clube da cidade campeão capixaba, o nome da cidade nunca tinha feito tanto sentido. Já campeão perdeu para o Estrela do Norte por 3x0 e encerrou derrotando o Cachoeiro por 1x0. O clube ainda teve  Amarildo foi o artilheiro do estadual com 12 gols.

Alegrense 3x1 Serra

Data : 23 de maio de 2001
Estádio : Benedito Teixeira Leão
Local : Alegre
Escalações 
Alegrense: Elivélton,J.B.Viana,Paulo Renato,Marco Antônio,Damião, Giovane Sergipano,Rossi,
Vinícius,Eduardo (PC)Ademilson, Alexandre Baby (Éldio) Técnico: Rubens Filho
Serra: Nivaldo,Aílson,Ituano(George),Arildo peçanha,Polaco,Dário,Amaral,Leco (Igor),Paulo Nei (Lala),Tico Capixaba,Rigoberto
Técnico: Paulo Marcos.

Quadrangular Final

Turno
Alegrense 4x2 Estrela do Norte
Cachoeiro 1x2 Alegrense
Serra 3x5 Alegrense
Returno
Alegrense 3x1 Serra
Estrela do Norte 3x0 Alegrense
Alegrense 1x0 Cachoeiro


   



Em 2002 o Alegrense repetiu a dose, com forte apoio da prefeitura e de empresários locais, montou outra forte equipe, mas as primeiras duas rodadas foram complicadas, empate com Estrela foras em 0x0 e derrota em casa por 2x0 para o Rio Branco, a primeira vitória aconteceu em Vila Velha por 3x2 contra o Tupy, a campanha do turno foi muito boa com 5 vitórias e 3 derrotas destaque para os 4x1 no Cachoeiro na casa do adversário.
No returno o rolo compressor voltou, o Alegrense vence 7 das 9 partidas isso colocou o time na liderança geral da competição com 43 pontos 6 a frente do Rio Branco 2º colocado, destaque para as goleadas sobre Linhares e Cachoeiro por 3x0.

Campanha
Turno
Estrela do Norte 0x0 Alegrense
Alegrense 0x2 Rio Branco
Tupy 2x3 Alegrense
Alegrense 1x0 Serra
Veneciano 4x2 Alegrense
Alegrense 1x2 São Mateus
Linhares 2x3 Alegrense
Alegrense 2x0 Desportiva
Cachoeiro 1x4 Alegrense
Returno
Alegrense 1x0 Estrela do Norte
Rio Branco 1x0 Alegrense
Alegrense 2x1 Tupy
Serra 1x1 Alegrense
Alegrense 2x0 Veneciano
São Mateus 0x1 Alegrense
Alegrense 3x0 Linhares
Desportiva 0x2 Alegrense
Alegrense 3x0 cachoeiro

Agora era hora das semi finais, o adversário o Estrela do Norte quena 1ª fase foi um adversário complicado. Na ida no Sumaré o Estrela venceu com gol do Canela, Canela o jogador não a parte do corpo. Agora  na volta só a vitória importava, e o Estrela não teve chance, o Alegrense foi pra cima e venceu por 3x1 avançando para a final. 

A final seria entre Alegrense e Rio Branco que vinham fazendo boas partidas nestes dois anos. Sobre os ombros do Rio Branco a marca de não conquistar o estadual desde 1985, isso deixava o time mais preso, tanto que na partida de ida o placar não saiu de um 0x0, 16 de julho de 2002 Alegrense e Rio Branco foram para a batalha pelo título, com 7 minutos de jogo o Alegrense ficou mais perto do título com gol de Bijuca, o Rio Branco que precisava da virada empatou aos 28 minutos com Eduardo ainda no 1º tempo, a partida foi "pegada", Fernando, Catitu, Ronaldo, Carlos, Kley, Eduardo, Marcos Roberto, Fábio Henrique, Reiger, Rossi, Sergipano e Vinícius todos receberam cartão amarelo além de  Carlos e Sergipano que foram expulsos. O 1x1 foi até o fim e o Alegrense conquistava o seu segundo título estadual em duas edições disputas. Reiger do Alegrense com 13 gols foi o artilheiro do estadual, a última vez que uma equipe tinha dois artilheiro seguidos no estadual havia acontecido em 1987 Joel e 1988 Dario pelo Ibiraçu, só Desportiva 1965 com Luizinho e Arinos em 1966 havia conseguido ser bicampeã com título e artilharia.

Semi Final

Partida de ida
Estrela do Norte  1x0  Alegrense
Partida de volta
Alegrense         3x1  Estrela do Norte

Final

Partida de ida
Rio Branco        0x0  Alegrense
Partida de volta
Alegrense         1x1  Rio Branco

Partida : Alegrense 1x1 Rio Branco

Estádio : Benedito Teixeira Leão
Data : 16 de junho de 2002  
Local : Alegre
Escalações :
Alegrense: Dirlei, Alan, Luis Cláudio, Fernando e Catitu; Ronaldo, Carlos, Kley (Rossy) e Bujica (Alexandre Baby); Eduardo e Reiger (Marquinho). Técnico: Carlos Miguel. 
Rio Branco: Erivélton, Sidnei (Osni), Estevão, Sergipano e Fábio Henrique; Damião, Fabrício (Djalma), Vinícius e Marcelo Cabeção; Eduardo e Marcos Roberto (Juninho). Técnico: Jorge Oliveira Rocha.

Time campeão de 2002 Escalação do Alegrense - Em pé Cley, Ronaldo, Fernando, Alan, Dirley e Luis Cláudio Agachado Lucio-Massagista, Reiger, Eduardo, Carlos, Bujica e Catitu.



Em 2003 o Alegrense tentaria o tri consecutivo oque não acontecia desde 1979/80/81 com a Desportiva Ferroviária, mas isso seria uma tarefa muito complicada afinal a equipe montou elenco poucos dias antes da competição iniciar e foi pegando corpo com o passar dos dias.


A campanha do turno foi encerrada com 5 vitórias 2x0 São Mateus (fora), 2x0 no Tupy (em casa), 4x1 Veneciano (fora), 3x1 Rio Branco (em casa) e 1x0 Vitória fora, atrás apenas do CTE Colatina grande surpresa da competição que fechou com 22 pontos. 
No returno venceu Tupy (fora) 3x2, 1x0 Cachoeiro (casa), 2x1 CTE Colatina (fora), 1x0 Veneciano (casa), o Alegrense se classificou em 4º lugar na soma geral com 29 pontos apenas 1 do Vitória 5º colocado, lembrando que o Alegrense empatou com o próprio Vitória em 2x2 na rodada final da fase, mas depois o Vitória foi declarado vencedor da partida como punição ao Alegrense por utilização de jogador irregular.
Quadrangular Final
Agora com tudo regularizado o Alegrense buscaria o tri. Perdeu para o CTE em Colatina por 2x1, venceu o Estrela do Norte em casa por 1x0 e perdeu para o Serra fechando o 1º turno
Com 3 pontos o Alegrense via CTE e Serra com 5, na primeira rodada do returno a derrota por 2x0 para o Serra em Alere deixava a chance do tri muito distante, eram 5 pontos de diferença com apenas 6 em disputa, o Alegrense precisava vencer as duas e torcer para o Serra perder as duas sem contar que o CTE com 6 pontos também estava na briga
na 5ª rodada o Alegrense com Alexandre baby dua vezes Eduardo e Binho marcaram na goleada de 4x0 sobre o CTE mas o Serra com a vitória por 2x1 sobre o Estrela conquistava o título e quebrava a hegemonia do Alegrense, curioso é que o Serra é quem conseguiu o tricampeonato consecutivo. Esta foi sua última partida em casa no futebol profissional em 23 de julho de 2003, pois em 2004 devido a falta de apoio da prefeitura desistiu da disputar do estadual, a despedida do estadual foi 3 dias depois com derrota por 1x0 para o Estrela do Norte no Sumaré.
Em 2002 e 2003 o Alegrense disputou a Copa do Brasil. Em 2003 encarou o Botafogo/RJ, na partida de ida no Kleber Andrade o time carioca abriu 2x0 parecia que venceria fácil mas o Alegrense foi valente e buscou o empate em 2x2, lembrando que a partida foi transmitida ao vivo na TV aberta, já tinha pessoas relembrando a campanha semio finalista do Linhares anos antes. Na partida de volta o Alegrense novamente deu trabalho tremendo ao Botafogo, a partida no Caio Martins terminou empatada em 1x1 e com gol marcado fora o time carioca avançou, o Alegrense deixava ótima impressão. Já em 2003 não lembrou em nada campanha anterior, perdeu na ida por 3x2 no Sumaré e na volta por 5x1 no Heriberto Hulse em Santa catarina para o Criciúma.

Desde 2014 o Alegrense ensaia seu retorno ao futebol profissional, em 2016 foi vice campeão do Campeonato Sulino perdendo a final para o Prospera 




Nenhum comentário:

Postar um comentário